jusbrasil.com.br
6 de Dezembro de 2021

Governo federal acata pedido e inclui trabalhadores da educação no grupo prioritário para vacinação

Camila Moreira, Pedagogo
Publicado por Camila Moreira
há 9 meses

O Ministério da Saúde encaminhou ao Supremo Tribunal Federal atualização da lista de grupos prioritários para receber a vacina da covid-19, que agora também contemplará os profissionais da educação.

Ainda em setembro de 2020, a Undime fez uma solicitação formal ao Ministro da Educação, Milton Ribeiro, para que fosse articulado junto ao Ministério da Saúde a garantia de vacinação da comunidade escolar, como forma de proporcionar segurança aos pais, professores e alunos para ao retorno às aulas presenciais.

Em sua conta do Twitter, Milton Ribeiro, agradeceu o presidente da república por atender a demanda do MEC, enviada por ofício ao Ministro Chefe da Casa Civil da Presidência da República, solicitando a inclusão dos trabalhadores da educação no grupo que terá prioridade de vacinação.

No documento, o Ministério da Educação reconhece que mesmo com o cumprimento de protocolos rígidos de biossegurança, “o retorno das atividades presenciais representa um potencial risco de disseminação do novo coronavírus” e pede “a inclusão da comunidade escolar, compreendida por estudantes, profissionais da educação e colaboradores nos grupos prioritários”.

A atual lista de prioridades à vacinação contempla, nesta ordem: profissionais de saúde; pessoas que estão em instituições e/ou asilos; idosos (a partir de 60 anos); povos ribeirinhos; indígenas; pessoas com comorbidades (diabetes, doenças cardiovasculares, pulmonares); pessoas com deficiência permanente; pessoas em situação de rua; presos; trabalhadores de serviços essenciais (funcionários do sistema prisional, trabalhadores da educação, forças de segurança e forças armadas, transporte, industriais, portuários).

Para o presidente da Undime Luiz Miguel Martins Garcia, Dirigente Municipal de Educação de Sud Mennucci/ SP, a inclusão dos profissionais de educação à lista de trabalhadores essenciais é uma grande vitória. No entanto, solicita ainda que o governo federal acelere na execução do Plano Nacional de Imunização a fim de que as vacinas sejam distribuídas e que estas possam chegar, o quanto antes, a todo o grupo que possui prioridade, e que se possam retomar, com segurança, as atividades presenciais nas escolas de todo Brasil.

Fonte: Undime Foto: Agência Brasil

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)